Desabafo de Um desviado

Aos Desviados

Jesus não mudou Sua maneira de pensar, nem Seu amor, carinho, expectativa e disposição em fazer o melhor para você.
Para mim não há termo mais pejorativo do que este para classificar qualquer pessoa que, por um motivo ou outro, se afasta do convívio de qualquer Igreja ou Comunidade Evangélica.

Posso afirmar que é horrível carregar este rótulo na testa! Que sensação de abandono, rejeição, discriminação e marginalidade… E não só pelo tratamento que não só “os santos” me dispensavam, mas, inclusive no seio da família, – sem contar que o mesmo sentimento me dominava com relação a Deus.

Experimentei isso por muitos anos e esse sentimento colaborou terrivelmente para que me direcionasse a procura de Satanás e tentar negociar com ele minha alma.

Posso afirmar que o sentimento de revolta que me dominava era incontrolável! Que Deus de amor, e de infinita bondade era esse que concordava, ou incentivava este tipo de comportamento?

Meu pensamento era: “se Deus trata tão estupidamente aquele que, ou por inocência, inexperiência ou por ignorância de todas as leis” – sobretudo a dos homens – tropeçam e caem eu não quero saber d’Ele e nem de Jesus”.

Enquanto escrevo “estas mal traçadas linhas” penso: “quantos homens e mulheres sinceros estão longe do convívio com Jesus simplesmente porque, em algum lugar na sua estrada de vida, caiu em algum laço, por uma das situações acima citadas, ‘tropeçou’ e foi ‘excluído’ e até lhe disseram: agora estás perdido e… para sempre”! Tipo assim: “Venha como estás… Mas agora, sé não andar do jeito que nosso grupo ou denominação crê (ainda que esteja fora dos padrões neotestamentário) serás excluído e estarás irremediavelmente perdido”!

Conheço algumas dezenas de pessoas que ainda estão nessa situação porque não descobriu a maravilhosa verdade: “quem vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora”. Quem disse isso? O Homem de Nazaré, o Homem de dores, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, Aquele que deu sua vida para nos salvar e que sabe como é viver aqui neste mundo que “jaz no maligno”. Por isso mesmo, Jesus ainda pode “dar um jeito” nos cansados e oprimidos pelo mundo, pelas pressões normais da vida em seus múltiplos aspectos, pela carne, pelo pecado e pelo império das trevas com todas as suas artimanhas.

O grande problema é que a maioria das pessoas não vai A JESUS ; vai a um grupo, comunidade, igreja, pastor, bispo ou, seja lá o que for… Mas não vai A JESUS! Por isso passam uma única vez pela vida sem experimentar a qualidade de vida abundante que Jesus programou para cada um daqueles que n’Ele crê e O ama. Vivem sem paz interior, sem alegria e prazer em estar vivo. Não vivem; vegetam amargurados, tristes e mesmo ainda jovem, já se sentem enfadados com a vida…

Mas eu tenho uma boa notícia para você que me lê (quem sabe?), está nesta situação: Jesus não mudou Sua maneira de pensar, nem Seu amor, carinho, expectativa e disposição em fazer o melhor para você. Ele continua pensando o melhor a seu respeito e o melhor para direcionar a você, em todos os aspectos da vida terrena.

Basta você passar a sua vida em revista e verás que está faltando Alguém em seu coração; na sua vida sentimental e emocional; em seu lar; no direcionar sua vida profissional, econômica e financeira; em seus momentos de lazer, e, sobretudo, na sua vida espiritual. Esse vazio, só é preenchido com a doce presença do Espírito Santo, o substituto da presença física de Jesus até nos encontrarmos com Ele nas nuvens.

Podes percebê-Lo em qualquer lugar que estejas, pois Ele trabalha nas circunstancias diárias e, sobretudo, no mais profundo do ser humano: o seu coração! Em verdade, é o Único que conhece o mais profundo esconderijo do coração, mas Ele não admite sentir-Se um intruso e não invade, não ultrapassa os limites de nossa vontade e nem violenta o nosso livre arbítrio. Só interfere em qualquer área de nossa vida E SÓ ENTRA EM AÇÃO SE FOR CONVIDADO ESPECIFICAMENTE PARA ENTRAR.

Quem sabe estás até “filiado” a algum grupo, comunidade ou Igreja; quem sabe até és um obreiro, diácono, evangelista, pastor ou bispo; quem sabe estás até cultuando a Deus, mas sente-se “excluído”, “desviado”, “abandonado” por alguma razão que só você sabe… Quem sabe?!

Quero dizer que Jesus continua sendo o bom pastor e não está preocupado só com a centésima ovelha que está perdida. Ele está olhando diretamente para você que faz parte das outras noventa e nove, mas que não se encontra em plácido lugar em sua alma e, por isso mesmo, nem está junto a águas tranqüilas na sua existência.

Posso ouví-Lo sussurrando-lhe: “Meu filho, eu sempre te amei. Sempre estive ao seu lado. Vê, quantas vezes tenho te carregado em Meus ombros – mas andas tão abatido e triste que não tens percebido nem o perfume das flores, nem o olhar puro de uma criança e como tenho procurado por seus olhos para dizer-te que nunca te abandonei. ISSO É IMPOSSIVEL PARA MIM! Estive com Abraão no Monte Moriá e devolvi Isaque para ele; estive com Moisés e Meu povo, em tantos lugares por quarenta anos; estive com Josué; estive na fornalha com os três jovens hebreus na fornalha aquecida sete vezes; estive com Daniel na cova dos leões; estive com Paulo e Silas na prisão e os libertei… HEI! EU ESTOU COM VOCÊ! Recebe esta paz que só Eu te posso dar. Torna-te para Mim porque Eu te remi, tu és meu e ninguém, NINGUÉM TE ARRANCARÁ DE MINHAS MÃOS! E PROMESSA QUE TE FAÇO NESTE MOMENTO. Recebe minha profunda paz e o imenso amor que tenho por ti!”. Amém!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Testemunhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s