Pregador Luo: “Minha música não é só para o gueto”

Líder do Apocalipse 16 destaca o hip hop como ferramenta de evangelização.

Reconhecido como um dos nomes importantes da música gospel, o rapper Luciano dos Santos Souza, conhecido como Pregador Luo leva a Palavra de Deus ao som da batida do hip hop.

Com as letras envolvidas com esportistas, as canções de Luo não fazem sucesso apenas dentro das igrejas, mas em todo o país, inclusive no meio secular.

Com vários discos gravados, Luo divulga seu último lançamento, o CD e DVD ‘Árvore de Bons Frutos’.

Em entrevista ao GUIA-ME, o rapper fala sobre o DVD, o hip hop e o trabalho a ser lançado em 2011. Confira:

GUIA-ME: Luo, o álbum ‘Árvore de Bons Frutos’ conta com algumas participações especiais, inclusive que não pertencem ao meio gospel. Como foi feita a escolha dessas participações?

Pregador Luo: Por afinidade, por gostar do trabalho dos caras, por se comunicar em shows, nos bastidores. São pessoas importantes na minha vida, que apreciam meu trabalho, e de quem eu também aprecio o trabalho. Eles abrilhantam o meu trabalho, então não faz diferença se é músico gospel. Hoje eu tenho visto muito músico gospel, mas tenho visto poucos cristãos, poucos dos que sobem ali estão dispostos a fazer a vontade de Deus.

Esse negócio de adorador está se ‘glamourizando’ muito e, ao mesmo tempo, eu vejo as pessoas cometendo uma falha, uma coisa que se contrapõe a outra, por exemplo, eu gosto desse carinho das pessoas que querem tirar foto e tal, mas às vezes passa a parecer idolatria, você não precisa de tanto ‘auê’, entendeu? Aí as pessoas não percebem que estão fazendo uma coisa errada, mas criticam quando eu gravo com um cara do secular, ou seja, criticam, mas chegam aqui e fazem uma coisa meio idólatra. Entenda bem, eu amo esse carinho, mas tem gente que confunde um pouco, então eu não vejo diferença em participação; o importante é o que o cara está cantando e se ele sente realmente aquilo. Eu tenho esse critério, antes de gravar eu vejo se a pessoa está mesmo afim, se aquilo faz parte dos valores que ela tem. Nesse disco tem o Chrigor, o Trazendo a Arca, o Borges – jogador, a Viviane Carvalho, DJ Cia., minha banda, enfim, participações bem bacanas.

GUIA-ME: As letras das músicas do seu estilo musical geralmente fazem referência a problemas da sociedade. Como vocês faz essa observação para compor as canções?

Pregador Luo: Jesus sempre foi um cara muito crítico. Ele era socialista, ao mesmo tempo comunista e até capitalista se você for ver, mas sempre de uma forma dosada. Ele falava para nós multiplicarmos os talentos. Eu me inspirei muito nisso. Eu também vim de periferia, onde os problemas sociais não são só estatísticas ou reportagens, eles são fatos, então eu vi tudo isso. Quando me converti, aliado a esse protesto que o hip hop tem, a gente colocava a Palavra de Deus clamando por justiça, pedindo para que as pessoas entendessemqual é o projeto de Deus e buscassem uma vida melhor em Jesus. Quando eu vim para a igreja também percebi esse lance do louvor, de você se conectar com Deus através da música e também coloquei isso na minha música. Minha música não é só para o gueto, só para quem é preto, também é para quem é branco, cor é apenas detalhe, mas caráter é fundamental. Hoje universitário escuta, igrejas por todo o Brasil escutam, quem é mais abastado, quem é menos abastado, não interessa; o que interessa é que a mensagem chegue, que o hip hop se fortaleça e se consagre como uma ferramenta de evangelização da palavra de Jesus Cristo e que Deus seja louvado sempre.

GUIA-ME: Você gravou a canção ‘Nasci para Honrar’ que é a canção oficial do Kaká. A ideia de fazer uma música sobre o Kaká é por admirá-lo como representante de um legítimo homem de Deus?

Pregador Luo: Sim. O Kaká é um dos cristãos brasileiros que mais alcançou status e glórias que não são dele e ele faz questão de sempre dar glória a Deus por tudo que ele faz. Eu fiz um álbum para lutadores de MMA, lutadores de vale tudo, jiu-jitsu, muay-thay, capoeira, boxe, fez muito sucesso entre os esportistas e caiu na mão dos jogadores de futebol da Europa. Um dia eu estava dirigindo na estrada, tocou o telefone e era o Zé Roberto, que era capitão da seleção e falou ‘pô, sou muito fã, estou aqui em Hamburgo, na Alemanha,e queria que você fizesse uma música para mim igual você fez para os lutadores, porque eu ouço e fico impactado’, e disso nasceu a ideia de fazer um CD para jogadores de futebol, ou, pelo menos, mais quatro ou cinco faixas e o Kaká foi um dos cotados. A ideia chegou até ele porque ele também ouviu o disco de lá, ele até postou trechos de músicas no twitter, e eu fiz a música na época da Copa por pensar em uma projeção da música, mas acabou não acontecendo, embora a gente tenha quase um milhão de visualizações em cinco meses dessa música no YouTube, aconteceu, né?! Mas acho que poderia ir mais além.

GUIA-ME: E esse disco para os jogadores de futebol vai sair?

Pregador Luo: Vai sair no próximo álbum que chega agora no ano que vem. Vai ter música para mais três jogadores também, a do Zé Roberto inclusive.

Por Juliana Simioni

Fonte: GUIAME.COM.BR

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Testemunhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s